Este blog mudou de endereço e agora está em http://tertuliabenfiquista.blogs.sapo.pt.

segunda-feira, maio 28, 2007
Em abono da verdade
Bom. Quanto às considerações que urge tecer sobre a época desportiva, lá irei mais tarde.
Por agora, queria apenas aqui esclarecer alguns equívocos que, não sendo esclarecidos na altura certa e por desconhecimento, podem levar a atitudes de desconfiança absolutamente infundadas.
Primeiro, a questão do IMT. Trata-se de uma questão absolutamente normal, prevista na lei para os contribuintes que o solicitarem, e que permite, como aliás está projectado, uma poupança importante de custos no projecto. A fusão da SAD com a Benfica Estádio é uma questão de bom senso e de racionalidade de gestão. Enquanto o financiamento do estádio foi estruturado em project finance fazia todo o sentido – mais, era um imperativo da estrutura contratual – que a propriedade e os cash flows resultantes do estádio estivessem isolados numa entidade separada. Agora que o estádio se encontra reembolsado numa medida em que mais nenhum dos outros está (regozijem-se nisto, antes de entrar em pânico com operações financeiras absolutamente normais) e que a estrutura do financiamento passou inclusivamente por uma alteração no sentido da libertação de uma série de garantias e mordaças contratuais tipicamente associadas a um project finance - passando a assumir praticamente a natureza de uma dação ‘pro solvendo’ - a fusão da Benfica Estádio na SAD e a consequente entrada em espécie para suprir a insuficiência de capitais próprias configura, não só uma operação financeira bem estruturada, mas também uma medida de gestão absolutamente necessária. A isenção de IMT associada especificamente ao projecto é uma questão absolutamente prevista na lei, cuja previsibilidade a permitiu incluir no plano financeiro e que não é novidade absolutamente nenhuma, como alguns órgãos de comunicação social semelhantes a esgotos a céu aberto querem fazer passar. Não se trata de qualquer medida de excepção ou qualquer tipo de favor. O Benfica, como qualquer entidade racional na absoluta e regular posse dos seus direitos, solicitou a aplicação dessa situação prevista na lei. Investiguem quantas isenções solicitaram FC Porco e Sportem.

Segundo, a questão da hipoteca associada ao Centro de Estágio. É uma questão que nem sequer o é. Honestamente, é misturar alhos com bugalhos e apenas surge por desconhecimento do funcionamento do sistema bancário.
O centro de estágio foi financiado pela CGD e é completamente reembolsado pelos cash flows resultantes dos naming rights associados ao mesmo (o facto de se chamar Caixa Futebol Campus, essencialmente). É, como vos foi dito, um ‘negócio do caraças’ e apenas possível em entidades cujo poder da marca é gigantesco. Mas, evidentemente, e como é normal em qualquer tipo de operação bancária, o financiamento tem de ter uma garantia associada. A garantia é, como é rigorosamente normal em qualquer tipo de financiamento imobiliário, a hipoteca do imóvel. É para isso que se vai pedir autorização na AG, porque o clube é de todos. Mas passaria pela cabeça de alguém que o banco financiaria o centro de estágio sem ter uma garantia real associada? As hipotecas não pagam nada, como às tantas se diz no post abaixo. A hipoteca não paga Centro de Estágio nenhum. Uma hipoteca é uma garantia, apenas accionada em caso de falta de pagamento. Algum de vocês que tem crédito à habitação, e por mais baixa que seja a vossa taxa de esforço, não tem uma hipoteca do imóvel ao banco? Imaginemos que somos um tipo com um rendimento mensal seguro e de proporções consideráveis. Se solicitarmos que uma instituição financeira nos financie a compra de um imóvel, e por mais rendimento mensal e saúde financeira que tenhamos, a referida instituição solicita inexoravelmente como garantia para a operação a hipoteca do imóvel.
É tão simples como isto, e não tem rigorosamente nada – nada – a ver com a saúde financeira do Benfica. Não tem nada a ver com estarmos ‘vendedores ou compradores’. Não tem nada a ver com termos ou deixarmos de ter passes de jogadores penhorados nos bancos, no âmbito de operações financeiras da sua compra, o que também é absolutamente normal no ramo de negócio, se esse penhor se consubstanciar na garantia associada ao financiamento para a sua compra. E se se quiser ter a verdadeira noção disto, compare-se mas é o que clubes como o FC Porco e o Zbording (essencialmente este) têm hipotecado ou penhorado.

A entrada em Bolsa dá-se exactamente quando previsto, e de acordo com o projectado há já muito tempo a nível da gestão financeira. Dar-se-ia precisamente nesta altura também se tivéssemos sido campeões ou se tivéssemos ganho a Taça UEFA. E nessa altura, dir-se-ia também que era um aproveitamento da conjuntura? Não faz sentido, dada a natureza e volatilidade do negócio do futebol, fazer variar a data de entrada em bolsa consoante os resultados desportivos. Parece-me abusivo e ligeiramente histérico descobrir aqui uma relação menos séria. É infeliz que se tenha dado a entrada em bolsa nestas circunstâncias, mas é assim que tem de ser para se cumprir com o projectado a nível financeiro e é assim que se ganha respeito, consideração e legitimidade no mercado. A cumprir prazos e projecções.

O Benfica hoje, e após um esforço absolutamente admirável das direcções desde Vilarinho, é um clube são, rigoroso e exemplarmente gerido do ponto de vista financeiro, com uma percentagem substancial de receitas estáveis e que não necessita de vender quaisquer jogadores para sobreviver ou cumprir orçamentos. Ao invés de outros clubes falidos e que precisam quase diariamente de empréstimos para pagar as chuteiras dos jovens prodígios que jogam em Academias. O Benfica possui um património a todos os títulos admirável (entre o Estádio, pavilhões que mais nenhum clube possui, Centros de Estágio construídos sem favores) e possui uma estratégia clara e bem definida. É o maior clube do Mundo em número de sócios, produto de um admirável esforço dos responsáveis no sentido de aproveitar o gigantesco potencial humano do clube. O Benfica finalmente, e após anos em que vagueou sem rumo, está no caminho da plena exploração do gigantesco potencial da sua marca e o cumprimento de apenas uma parte da estratégia já permitiu inclusivamente a entrada no Top 20 dos clubes com maiores receitas a nível mundial. É apenas o início.

Portanto, meus amigos, caros companheiros de sofrimento, almas benfiquistas, critiquem a gestão desportiva do clube. Critiquem a contratação de técnicos sem chama e sem alma, sem dimensão de vitória. Critiquem a política de contratações, critiquem o losango. Critiquem a falta de ‘pressão alta’, critiquem a falta de velocidade, critiquem a inexistência de um bloco sólido dentro de campo. Critiquem o pagamento de ordenados a Derleis e a relutância em fazer, de vez, sem novelas e de peito aberto, um investimento com pés e cabeça num jogador italiano que tem Benfica escrito da cabeça aos pés (mesmo que essa distância – da cabeça aos pés – não seja muita). Critiquem as políticas de gestão do plantel, critiquem a gestão dos guarda-redes, critiquem a inexistência de uma política gradual de integração dos jovens talentos do clube na equipa principal. Critiquem a sistemática contratação de promessas do campeonato e o seu gradual desaparecimento nas masmorras do plantel. Critiquem a incompetência de observadores de jogadores, critiquem a incapacidade em perceber o talento. Critiquem, se quiserem o departamento médico. Critiquem as epidemias inexplicáveis de lesões, critiquem a utilização de jogadores sem estarem plenamente recuperados.
Critiquem quem vai ao estádio e assobia jogadores que envergam camisolas cor de sangue, de Águia ao peito, por mais inaptos que sejam. Critiquem quem assobia guarda-redes que defendem a baliza do Glorioso por mais frangos que sejam. Critiquem quem vai ao estádio e acaba por ajudar a equipa adversária ao retirar confiança à nossa. Por pior que a nossa jogue e por pior que seja liderada.
Critiquem a falta de liderança no plano desportivo e critiquem o nivelamento por baixo das expectativas que o anúncio de mais uma época com o amorfo do sr. Engº implica.
Critiquem o perigo do fracasso da gestão desportiva colocar sob pressão o que de bom se fez a nível da gestão global.
Critiquem a proliferação de declarações extemporâneas por quem não possui o dom do discurso, critiquem o facto de se falar numa altura em que se devia estar calado, critiquem as juras de títulos sempre para o ano como forma de lavar tudo o que de mal se fez no ano anterior. Critiquem o facto de se achar que os sócios servem para bater recordes do Guinness, encher estádios e levar a equipa ao colo mas não servem para manifestar desagrado perante opções desportivas.

Mas não critiquem a gestão financeira do clube. Já não se usa. Não vão em cantigas e em construções de mundos virtuais 'according to' Correios da Manhã, 24 Horas, Records. Não vão em cantigas sobre a gestão financeira do Benfica e sobre ‘aldrabões’, sobre ‘interesses obscuros’ ou sobre ‘dívidas’. Já não se usa. Já não se usa, é injusto e, francamente, revelador de alguma ingratidão.
Percebam isto: estamos ‘compradores e não vendedores’. Temos saúde financeira. Não dependemos das vendas de jogadores para sobreviver.

Tenho de confessar que me custa – é-me particularmente doloroso – assistir a esta esquizofrenia colectiva que se gera no Glorioso sempre que as coisas no plano desportivo não correm bem. É natural que se critique – como não? – as opções do plano desportivo, treinadores, jogadores, sistemas de jogo, atitudes. É até normal que se crie uma revolta difícil de conter: afinal, o lugar do Benfica é lá em cima, sempre, e quando isso não acontece há uma incapacidade em perceber o que é isto de não ganhar (é-nos estranho, não temos essa cultura entranhada, como outros clubes mais pequenos que de vez em quando fazem brilharetes na Taça).
Não é, contudo, normal - e constitui uma falha que não poucas vezes tem sido a principal fonte de fragilização do Glorioso, com o aparecimento dos abutres ávidos de protagonismo do costume - esta tendência absolutamente paranóica de colocar de repente tudo em causa. De repente, tudo o que de bom tem sido feito no clube passa a ser olhado com desconfiança e tudo passa a ser questionado. Apenas porque o Engenheiro é incompetente e porque a política de contratações tem a qualidade da programação da TVI.
Critiquem a gestão desportiva, volto a dizer. E claro, as cúpulas dirigentes têm de perceber que de nada adianta ter uma gestão financeira superior se o motor operacional, o futebol, for gerido de forma incompetente. Não nos enganemos: o futebol e uma atitude ganhadora são os motores da vida do clube. Não perceber isto é não perceber nada.

Mas tenhamos calma e, sobretudo, sentido de Benfiquismo.
Acima de tudo, não façam depender a ida ao estádio ou a renovação de cativos da manutenção ou não do Engenheiro. O Benfica é muito mais que isso. Saibam, também, merecer os cachecóis e camisolas que levam ao estádio da mesma forma que exigem que quem enverga as camisolas cor de sangue dentro de campo as mereça.
 
por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) - 11:11 | link |


52 comentário(s):


Data do comentário: 28/05/2007, 12:14:00, Anonymous benfica fc

Perfeitamente de acordo.
Todavia, não deixa de ser desconcertante ver no actual Benfica excelentes exemplos de profissionalização da gestão (maioritários) coabitando com erros de principiante.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 12:26:00, Anonymous el niño rosso

Fiquei completamente rendido às explicações de Gwaihir. Com benfiquistas assim o céu abre-se e deixa de ficar cinzento. Fiquei convencido tanto no aspecto económico como no desportivo. Basta agora LFV aprender com os erros.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 12:29:00, Blogger slbcarlitos

Não podia estar mais de acordo e agradeço que me tenhas esclarecido em muitas dúvidas que pairavam no ar.
Devias tentar publicitar este post por toda a blogosfera encarnada porque é de leitura obrigatória para todos os benfiquistas.
Está aí tudo. Parabens!!!

http://whatisthemistique.blogspot.com/

 

Data do comentário: 28/05/2007, 12:42:00, Blogger Mr. Shankly

"Mas passaria pela cabeça de alguém que o banco financiaria o centro de estágio sem ter uma garantia real associada?"

Bom, estando o reembolso do financiamento assegurado pelo próprio banco, acho que sim. De resto, plenamente de acordo. E mesmo que o Centro de Estágio não fosse um "negócio do caraças" é perfeitamente normal a existência de garantias (neste caso e como é normal no imobiliário, hipotecárias).

 

Data do comentário: 28/05/2007, 12:52:00, Blogger ze_turkish

Excelente post!

 

Data do comentário: 28/05/2007, 13:54:00, Anonymous Americano

Excelente post! Eu trabalho na área financeira, pelo que julgo perceber algo da matéria, e não tenho nenhuma crítica a apontar. Acho o Domingos Soares Oliveira um grande profissional, e acho que o Benfica está muito bem servido nas áreas administrativas do clube, infelizmente no futebol não tem sido tanto assim...

 

Data do comentário: 28/05/2007, 14:45:00, Blogger mago

Brilhante post. Mais que todas as explicações superiormente dadas, gostava só de realçar a seguinte parte:

"Acima de tudo, não façam depender a ida ao estádio ou a renovação de cativos da manutenção ou não do Engenheiro. O Benfica é muito mais que isso."

Mai'nada.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 15:01:00, Anonymous john billy

excelente!!1

 

Data do comentário: 28/05/2007, 15:22:00, Blogger special one

é uma honra assinar postas no mesmo blog do "eusébio" dos blogs benfiquistas...

podias fazer uma por dia...

abraço

 

Data do comentário: 28/05/2007, 16:47:00, Anonymous Anónimo

Parabéns pela forma didáctica e esclarecedora como redigiste o teu "post", tem muito mais efeito sobre nós... benfiquistas, do que o discurso repetitivo levado até à exaustão que alguns dirigentes/técnicos estão a praticar.
Bem-haja, Gwaihir.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 17:06:00, Anonymous Anónimo

Parabéns pela qualidade da análise. Embora seja apenas um curioso no que diz respeito a economia, concordo com quase todos os pontos de vista supra referidos. Penso que se o nosso querido Benfica continuar neste "caminho financeiro" será uma questão de tempo até à consolidação como um dos 5 maiores e melhores clubes do Mundo... Deixem-me só dizer que também concordo com aqueles que dizem que é preciso acompanhar a qualidade dos nossos quadros financeiros no que diz respeito ao Departamento de Futebol... Um abraço de um benfiquista para todos os benfiquistas...

 

Data do comentário: 28/05/2007, 17:30:00, Blogger P

Nada como perguntar a quem sabe... :-) Só uma dúvida:

"O centro de estágio foi financiado pela CGD e é completamente reembolsado pelos cash flows resultantes dos naming rights associados ao mesmo (o facto de se chamar Caixa Futebol Campus, essencialmente).
Mas, evidentemente, e como é normal em qualquer tipo de operação bancária, o financiamento tem de ter uma garantia associada. A garantia é, como é rigorosamente normal em qualquer tipo de financiamento imobiliário, a hipoteca do imóvel."

O centro de estagio foi financiado pela CGD. Mas é nosso ou é da CGD? Está pago ou não? Este é o ponto. Nós pagámos o Centro de Estágio com dinheiro que pedimos emprestado á CGD e pagamos à CGD esse empréstimo dando-lhes o naming do Campus é isso? E o naming atenua o valor que temos de lhes pagar? Eles financiam, nós pagamos com o naming? O centro de estagio é deles, leva o nome deles e só assim é que conseguimos tê-lo para nosso uso?
È que me parece que entre CDG e SLB no que diz respeito ao centro de estagio nós somos...pagadores. Pagamos à CGD para o usar. É isso?

Ou seja eles financiam mas o naming não lhes chega para garantir o retorno é isso?

Desculpa a ignorância, mas acho que são dúvidas legitimas. Sobre o que o Benfica representa, a sua dimensão, e a forma como se sente o clube, não podíamos estar mais de acordo. Agora lá por ter dúvida se expo-las espero que não me declarem taliban ou algo do género! :-)

 

Data do comentário: 28/05/2007, 17:43:00, Blogger Sir

Brilhante post, Gwahir. Extremamente esclarecedor e oportuno! Tenho a certeza que irei recorrer a ele algumas vezes.

Quanto ao Centro de Estágio do Gaya Fc, ele não lhes pertence. Creio que está, por assim dizer, emprestado. O Porto faz muitas vezes negócios desse tipo com os seus imóveis, usa-os sem lhes pertencerem e depois, ao fim de 10 anos, fica na sua posse. Desculpem isto estar um pouco abstracto, não sei para mais, talvez alguém consiga explicar melhor.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 18:16:00, Anonymous Anónimo

Excelente post, com o qual "quase" que me identifico.
Apenas um senão do "tamanho" do Estádio da Luz: A "finalidade última" do Sport Lisboa e Benfica é alcançar êxitos desportivos e esses andam arredios há muito,tudo o resto é importante mas só por si não nos torna felizes, quanto muito dá-nos tranquilidade (que o futuro confirmará ou não), o que é manifestamente insuficiente.
Do ponto de vista desportivo, os dois últimos anos são os piores de sempre da história do clube e não me refiro só ao futebol.
Tendo em consideração o inegável nível intelectual do autor do post, não entendo como pode
apelidar de abutres, os que não se deixam iludir e reagem à caterva de mentiras com que são "cirurgicamente" bombardeados de acordo com a conjuntura, numa, mais do que estafada, técnica da areia para os olhos.
Convenhamos que é pelo menos deselegante.

"Advogado do Diabo Vermelho"

 

Data do comentário: 28/05/2007, 18:37:00, Blogger clov

Gde Gde Post!

 

Data do comentário: 28/05/2007, 19:02:00, Anonymous ay-a-tola

Post de grande nivel.penso que todos ficamos mais esclarecidos com a parte financeira,de qualquer maneira é hora dos socios mostrarem desagrado com a bandalheira que existe junto ao futebol profissional.não existimos apenas para comprar cativos!

 

Data do comentário: 28/05/2007, 19:04:00, Blogger Mr. Shankly

p, não estou por dentro do negócio mas pelo que percebi é assim:

1) A CGD emprestou ao Benfica dinheiro para o Benfica construir o Centro de Estágio. Isto exige um reembolso, incluindo capital e juros.
2) A CGD paga ao Benfica, como naming rights, determinado valor. Não sei se este valor chega ou não para o pagamento integral das prestações.

São duas operações distintas. Implicam que o Centro de Estágio pertença ao Benfica.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 19:15:00, Blogger tma

Gwaihir, antes de mais obrigado pelo tempo e paciência para nos esclareceres as nossas inquietações!
O post tranquiliza-nos quanto à questão financeira, e acentua a questão da má gestão desportiva, pois se na primeira o Benfica tem um bom desempenho, não se compreende que na 2ª se esteja a assistir a um rol de equívocos. Quanto a esta, o Benfica nem precisa de abundar em dinheiro, como os Milans e os Chelseas, para ser bem sucedido, "basta" rentabilizar os recursos que já tem e investir em novos de acordo com um critério bem definido, que permita, em primeira instância, construir bases sólidas para o futuro.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 19:15:00, Blogger Gwaihir

P,

a Caixa Futebol Campus é do grupo Benfica (neste momento não sei se clube ou SAD, honestamente, mas é indiferente). Se assim não o fosse, não se poderia fazer hipoteca sobre o mesmo para garantir a operação. O Centro é nosso, da mesma forma que se tiveres uma casa financiada com crédito à habitação, a casa é tua. Ou seja, ainda não está paga porque pediste um financiamento para a comprar, e por isso pagas ao banco todos os meses, mas a propriedade é tua. A CGD forneceu o financiamento para a construção do Centro de Estágio e o Benfica reembolsa o financiamento de acordo com o plano de reembolso. Acresce que o Benfica, no âmbito dessa operação, forneceu os naming rights do Centro à CGD por um valor aproximado ao do financiamento, pelo que tem a receber da CGD mensal ou trimestralmente o pagamento resultante daí resultante. No fundo, não sei se existem os dois movimentos (saída do SLB para a CGD para reembolsar o financiamento e saída da CGD para o SLB para pagar os naming rights) ou se faz um encontro de contas e se ajusta pela diferença (não esquecendo que existem os juros do financiamento pelo meio). Bottom line: o Centro é nosso, estamos a reembolsar o financiamento da sua construção à CGD através do acordo dos naming rights (sendo nesse âmbito que, de forma normal, se faz a hipoteca.

p.s. qual taliban qual quê, P. Tenho muito gosto em responder no que me for possível. Não é por se perguntar isto ou aquilo que uma pessoa se torna contra ou a favor de quem dirige o Glorioso.
O que me irrita - e isto não tem necessariamente a ver contigo - é ver benfiquistas a cair fácil e ingenuamente nas histórias da corrente anti-benfiquista que grassa por essa comunicação social fora.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 19:24:00, Anonymous el niño rosso

"Sir
Quanto ao Centro de Estágio do Gaya Fc, ele não lhes pertence. Creio que está, por assim dizer, emprestado. O Porto faz muitas vezes negócios desse tipo com os seus imóveis, usa-os sem lhes pertencerem e depois, ao fim de 10 anos, fica na sua posse."

Então é como os "primos do Quaresma", ocupam um terreno e passados tantos anos dizem que é deles. É isso?

 

Data do comentário: 28/05/2007, 19:27:00, Blogger Gwaihir

Caro anónimo,

os abutres que menciono não são, e parece-me óbvio, quem discorda ou mostra descontentamento com a actual política desportiva do clube. Não são quem não se ilude com discursos inflamatórios da índole do 'para o ano é que é'. Não. São, e devia-o saber, aqueles que estão sistematicamente à espera, na penumbra, para ao primeiro contratempo, à primeira dificuldade, aproveitar a corrente para introduzir instabilidade e tentar achincalhar quem conduz os destinos do clube, para se auto-promoverem e apanharem o comboio da feira das vaidades que em muito contribuiu para o clube andar à deriva tantos anos. Não são, não me venha com histórias, quem discorda da actual direcção ou quem pretende que o Benfica esteja no lugar desportivo que merece. Até por isso me parece que não leu o post com atenção. Se há alguém que discorda com a actual gestão desportiva, sou eu.
E 'deselegante', deixe-me dizer, se calhar é dizer que os adeptos são 'bombardeados com catervas de mentiras'. Isso é que me parece que é, pelo menos, deselegante. Convenhamos.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 20:17:00, Anonymous Anónimo

Bravo !!!
Continue a colocar os pontos nos I(s)...
Bem haja por num Blog que se diz Benfiquista defender o Benfica !!
É que muitos parecem "benfiquistas" de fachada.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 21:28:00, Anonymous Anónimo

O artigo é bom, mas sofre de dois erros:

Não tem lógica nenhuma dar esta garantia à Caixa, mais de dois anos depois de ter sido pedido o empréstimo. Os grandes investimento no CFC foram realizados em 2004/5 (7M) e 2005/6 (10M). Ou seja se tudo isto já foi reflectido nos relatórios anteriores (até Julho 2006), para quÊ agora vir com isto? A garantia deveria ter sido accionada logo na altura do empréstimo. Se pedirmos um empréstimo, eles dão-nos o dinheiro contra a apresentação de garantias, não as vêm pedir mais de um ano depois do empréstimo. Há uma história aqui muito mal contada.


Se as pessoas não querem ir ao estádio por causa do Engenhocas, acho muito bem que o façam. Se calhar ir ao estádio com esta abécula é a mesma coisa que dizer ao LFV que estamos contentes e queremos mais do mesmo. É que o LFV e outras pessoas lá de dentro ainda não viram uma coisa que nem é muito difícil de ver: Sem vitórias desportivas não há finanças que aguentem. Ou acham que é com a porcaria de resultados que as pessoas estão motivadas para comprar bilhetes, renovar cativos e os patrocinadores e TVs fazerem contratos mais favoráveis? Está bem, está... Se o LFV não quer ouvir os sócios, apenas quer o dinheiro deles, então que sofra as consequências do seu autismo.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 22:02:00, Anonymous eagle

brilhante como sempre Gwaihir! quase que nos obrigas a exigir-te mais regularidade nos teus posts, aqui como n'o ninho! simplesmente magnífico!

 

Data do comentário: 28/05/2007, 22:03:00, Blogger Sir

El Nino,

como disse, não consigo explicar melhor, mas creio que isso aconteceu também, por exemplo, com o Solinca (a clínica) lá para os lados do Dragoum.

 

Data do comentário: 28/05/2007, 23:24:00, Anonymous Anónimo

Muito bom post mas longo.
Uma sugestão: separar os assuntos. Neste caso ficava um post para as explicações financeiras e amanhã escrevias o da gestão desportiva.
Desta forma, os comentários podiam ser mais facilitados e focados.

Excelente blog: já o visito diariamente, vale bem o tempo.

SL B

 

Data do comentário: 28/05/2007, 23:35:00, Anonymous el niño rosso

Sir
isso não é um roubo camuflado ao dinheiro dos contribuintes? A 500 euros/mês é uma autêntica pechincha. Não há ninguém que investigue estas maroscas?

 

Data do comentário: 28/05/2007, 23:59:00, Blogger CANTONA

Completamente rendido Gwaihir. Uma análise extensa e objectiva de um assunto extremamente importante para a vida do nosso clube.
Abraço

 

Data do comentário: 29/05/2007, 00:33:00, Blogger bem litrado

Não querendo ser repetitivo, estou igualmente rendido ao post que brilhantemente escreveste (como sempre).
Sobre as questões financeiras que acabaste por expor, confesso olhar para isto tudo com alguma desconfiança, esperando no entanto que não estejas enganado. As declarações populistas do LFV não contribuem em nada para o meu descanso relativamente a este ponto.
Desportivamente falando e dado que sobre isto já conseguirei opinar com maior facilidade, estou completamente de acordo com a tua análise e reitero aqui o teu apelo ao sentido de Benfiquismo que muitas vezes se esvai na hora das derrotas.
VIVA O BENFICA!!!

 

Data do comentário: 29/05/2007, 00:58:00, Anonymous Advogado do Diabo

Caro Gwaihir,
Deselegante, não para nós mas para o nosso clube, é continuar com este diálogo.
Não retiro o que disse apenas admito que a palavra "caterva" seja excessiva, mas as mentiras ou manobras de diversão são cirurgicas,conjunturais e não tão poucas como isso.
Ah! E não ganham jogos e muito menos taças, apenas entretêm.
"Advogado do Diabo Vermelho"

 

Data do comentário: 29/05/2007, 01:43:00, Blogger Lampião do Norte

Brilhantemente esclarecedor! Não sendo um perito em questões de gestão, tenho, por formação académica, algumas 'luzes' sobre este assunto e parece-me que a abordagem aqui feita é deveras lúcida. Mas, tal como o bem litrado, considero que as declarações populistas de LFV, levam, de facto, a alguma insegurança. Será talvez uma questão de feitio (ou defeito).

 

Data do comentário: 29/05/2007, 08:38:00, Blogger Gwaihir

Caro Anónimo (outro),

não há história nenhuma mal contada. A garantia é dada (e não accionada - accionada quereria dizer que teria havido default no pagamento) quando contratualmente foi acordado que seria dada, depois de se ter autorização em AG e depois dos trâmites processuais que se teve de ultrapassar (alguns relacionados com a total conclusão das obras e com a determinação cabal do valor a associar à hipoteca), entre outros pormenores que tornaram mais vantajoso para ambas as partes que fosse este o momento. Não percebo como é que dar nesta altura a garantia que sempre esteve acordada que se daria pode dar azo a 'histórias mal contadas'. É muito fácil mandar esse tipo de bocas e acusações vagas para o ar, e depois assobiar para o lado.
Enfim, nunca tive muita pachorra para comentários no Ninho das Águias e agora já me lembro porquê. Isto cansa. E já chega.
Se se quiser inventar más intenções em todo o lado, um tipo não pode objectivamente fazer nada.

 

Data do comentário: 29/05/2007, 10:13:00, Anonymous Anónimo

GWAIHIR para presidente do benfica JÁ

 

Data do comentário: 29/05/2007, 10:29:00, Blogger terceiro_anel

Caro Anónimo (outro),

O Gwaihir explicou as coisas de forma clara e perfeita. Eu não faria melhor, mas aproveito para esclarecer um ou outro pormenor.

De facto, como dizes, os Relatórios e Contas dos dois últimos anos indicam um esforço financeiro avultado para a construção do CFC. Mas também discriminam a constituição de dois empréstimos – um ao BES, outro ao (penso, mas tenho preguiça de ir verificar) ao BCP – para o financiamento desse investimento no CFC.

Agora, estamos a contrair um outro empréstimo com a CGD, que serve para pagar esses dois empréstimos anteriores e os juros decorrentes, mas inserido num acordo mais abrangente.
No fundo, é como se existissem 2 contratos:
- empréstimo de 16 milhões de euros para pagamento do CFC mais juros, contra a entrega das devidas prestações da dívida ou, em caso de incumprimento, a execução da hipoteca dos terrenos;
- um acordo por dez anos de naming rights do CFC, com a CGD, em que esta entidade se propõe pagar 16 milhões de euros, em prestações regulares, por esse naming rights.

Para ser mais fácil de entender, mudem, por absurdo, a segunda entidade. Imaginem, que era a Coca-Cola. O facto de termos um contrato de naming rights com a Coca-Cola, não quer dizer que a CGD não exigisse uma hipoteca pelo empréstimo. Se não, a Coca-Cola deixava de pagar porque, por acaso, tinha falido, e a CGD ardia com o dinheiro.

Grande abraço.

Terceiro_anel

 

Data do comentário: 29/05/2007, 10:47:00, Anonymous Johnny Rook

Gwaihir,

Como sempre... perfeito,perfeito,perfeito, não é a SuperBock mas os teus posts.

Já agora, este último do Terceiro Anel é a cereja no topo do bolo!

Faltava este pequeno pormenor. A operação CGD serve para absorver as outras duas (quantos de vós já trocaram de banco a meio da amortização das vossas casas só porque o novo banco oferece melhores condições financeiras?).

Só tenho um pequena dúvida. Li algures que o que estava em causa era o direito de superfície dos terrenos onde está o Centro e não o Centro em si mesmo.
Se for esta a opção, então a operação financeira de que temos vindo a falar não tem qualquer lógica, parecendo-me mais uma nova operação de financiamento para ocorer a necessidades do SLB. Mas daqui não vem mal algum ao Mundo!

Um grande abraço a tão insignes benfiquistas

 

Data do comentário: 29/05/2007, 14:07:00, Anonymous vermelhovzky

Muito bem escrito.
É pena que 98% dos portugueses sejam iletrados e vão atrás das patacuadas que se escrevem nos jornais sobre o Benfica.

É como o famoso caso das acções como garantia dos juros que em poucos dias passou para o pagamento de toda uma dívida.

Ainda hoje se vê gente a falar que o Benfica pagou impostos com acções sem saber o que está a dizer.

É que se há um apito dourado, também devia haver um "Caneta dourada" para limpar a imprensa dos Tavares-Teles(Pai e filha), Tania Laranjo, Otávio Ribeiro, MST, Miguel Ganhão, etc... etc...

 

Data do comentário: 29/05/2007, 14:13:00, Blogger Ginha

grande post e grande lição de benfiquismo!!!fizeste me lembrar a discussão que tive com um sócio na noite em que o Moretto foi assobiado no jogo com o Paris SG...

e vou seguir o conselho que alguém aqui deu...vou colocar este post no meu blog e pedir a todos os benfiquistas que façam o mesmo!!!

mas é óbvio que vou esclarecer quem o escreveu e onde o escreveu...

 

Data do comentário: 29/05/2007, 17:27:00, Blogger S.L.B.

Obrigado por este post, Gwaihir.

E também não posso deixar de subscrever integralmente o último parágrafo.

 

Data do comentário: 29/05/2007, 20:46:00, Anonymous Anónimo

oh Gwaihir, está bem, pronto, enfiei algumas das carapuças!
Mas embora me sinta bastante mais esclarecido (e descansado) com o teu post (as críticas à gestão desportiva, já agora, deveriam estender-se à gestão da comunicação, que é uma vergonha a começar pela treta do site oficial do clube), ainda me permito algumas dúvidas, que espero não leves a mal:
- se bem percebi, a hipoteca só é possível após autorização da AG; e se esta votar contra? ou isso também está previsto no projecto de financiamento?
- como é que se pode continuar a dizer que o Benfica está no top 20 dos clubes com maiores receitas (vá lá, chegou a dizer-se que era um dos vinte mais ricos do mundo!)? infelizmente, esse resultado foi conjuntural, dizendo
respeito a uma época e à feliz conjugação de factores que se reuniram, mas está muito longe de ser uma realidade sustentada, ou estou enganado?
Desculpa as dúvidas, de resto estou totalmente de acordo contigo.
Carlos

 

Data do comentário: 30/05/2007, 10:09:00, Blogger Pelicano

Subscrevo este post na íntegra!

 

Data do comentário: 30/05/2007, 11:22:00, Anonymous DragãoAzul

Para quem tem um passivo de 302.029.381 euros o contentamento é deveras excitante. E o pregão " a marca benfas é que é" soa a ridículo quando a CGD não investe exclusivamente no benfas. E de namings e tretas do género o benfas lá vai agradecendo às Epuls´s e às empresas publico-privadas pela lavagem de capitais obscuros que a CMVM nunca aceitaria na Soeiro Pereira Gomes.
E o alarme irá soar a meio de Agosto, se eventualmente, vocês forem directos para a taça Uefa. Aí é que se irá ver o milagre económico do benfas.

 

Data do comentário: 30/05/2007, 12:33:00, Anonymous Johnny Rook

Malta tertuliana,

Volto a referir: Limpem os excrementos!

Mal educados, bem educados, não interessam absolutamente nada as opiniões dos Filhos da Corrupção.
Eu tenho a maior sorte do mundo que é a de não ter lá qualquer amigo ou conhecido. Vcs, não sei. Mas, por amor de Deus limpem esta trampa daqui!

Isto não se chama Tertúlia Benfiquista? Então...

O Gwaihir de certeza que concorda comigo!

 

Data do comentário: 30/05/2007, 12:36:00, Blogger J G

Que grande prosa, Gwaihir !

Revejo-me completamente nos teus apelos, e fiquei mais esclarecido em algumas matérias.

um forte abraço benfiquista.

JG
http://encarnado-e-branco.blogspot.com/

 

Data do comentário: 30/05/2007, 12:38:00, Anonymous vermelhovzky

DragãoAzul:

Passivo de 302.029.381... sim temos, é público e claro!

E o vosso??? Porque não apresentam? É que o único que vocês apresentam e é auditado é o da SAD.

Porque o do clube, o do Estádio e de outras empresas é secreto.

O passivo é mau se não houver receitas. Ou pior ainda... se houver prejuizos brutais! Tipo 40 milhões em 18 meses.

 

Data do comentário: 30/05/2007, 12:41:00, Anonymous Anónimo

"...infelizmente, esse resultado foi conjuntural, dizendo
respeito a uma época e à feliz conjugação de factores que se reuniram, mas está muito longe de ser uma realidade sustentada..."

Não me parece...

O Benfica pode não ter tido tantas receitas da Liga dos Campeões, mas as receitas de quotização cresceram bastante.

É provavel que o Benfica não chegue ao Top 20, mas de certeza que não fica lá longe.

Para se establecer no top20 o Benfica precisa é de receitas televisivas... mas com o MONOPÓLIO OLIVEIRA isso é impossível.

Qualquer clube de 2nda linha de Espanha, Inglaterra ou Itália recebe pelo menos o dobro do Benfica!!! Pelo menos

 

Data do comentário: 30/05/2007, 14:33:00, Blogger special one

dragão azul, para ti e apenas para ti...

http://oninhodasaguias.blogspot.com/2006_03_12_archive.html

gwaihir explica...

 

Data do comentário: 30/05/2007, 14:34:00, Blogger Gwaihir

Carlos,

sim, estás enganado. É uma realidade sustentada e não resultado de uma feliz conjugação de factores (até porque a conjugação tem sido, inclusivamente, bastante infeliz a nível desportivo). Como disse, e basta releres o que escrevi, as receitas estáveis já são hoje uma percentagem substancial do total. E a facturação sistematicamente em crescimento. Aliás, as receitas à data já permitiriam um crescimento nos lugares do ranking.
Somos também o maior clube do mundo em receitas oriundas das quotizações dos sócios e quando acabar a ditadura dos Oliveirinhas passaremos também a receber receitas televisivas em consonância com a importância das nossas transmissões televisivas.
Quanto à autorização para a hipoteca na AG, caso não aconteça, imagino que a solução seria a renegociação das condições do financiamento com a CGD ou, em último caso, um refinanciamento. Não acredito, no entanto, que na plena posse de todos os elementos e com uma explicação cabal do assunto, os benfiquistas não autorizem. Seria irresponsável e, francamente, injustificado.

Quanto a fanfarrões do FC Porco que para aqui venham vomitar imbecilidades, não tenho paciência. É por isto que existe aprovação prévia de comentários no Ninho das Águias. Para puxar o autoclismo.
É que, ainda por cima, é burro. O Benfica é o único dos três que tem o grupo completamente consolidado e auditado, e o que apresenta de longe a melhor situação financeira, tendo tudo em conta: passivo, activo, receitas, cash flow, etc.
Quanto ao FC Porco, nem sabe quanta dívida tem espalhada pelas dezenas de casas de putas que não consolidam as contas.

Não tenho paciência para este tipo de camelos do FC Porco ou da lagartagem, e não volto aqui a responder a nenhum. Concordo, naturalmente, com o Johnny Rook. Mas é, naturalmente, a minha opinião pessoal. O blog é de uma série de gente.

 

Data do comentário: 30/05/2007, 22:48:00, Blogger Superman Torras

Lamentavelmente não tenho tido tempo para vir ao blog, mas fizeram-me o favor de me mandar um e-mail (!!!) com este post do Gwaihir, e fiquei naturalmente muito orgulhoso de ter sido postado aqui na Tertulia.

Quanto ao que é dito, enfim, sendo escrito por quem é, não há muito a acrescentar, pelo menos na vertente financeira, e não podemos todos deixar de nos sentirmos mais aliviados ao percebermos que o caminho seguido é, ou melhor, continua a ser, o correcto. Já na vertente desportiva aí sim podemos e devemos discuti-la, já que vamos tendo mais dados para o fazer e, bem ou mal, todos temos dentro de nós (salvo seja) um treinador de bancada.

Confesso que para este defeso estou à espera de boas notícias, espero que elas se confirmem. É que se o Benfica, ou por outra, o Luis Filipe Vieira, não se mexer bem no mercado e optar desta feita por poucos mas bons reforços, corre, corremos(!), o risco de todo o belo trabalho financeiro ir por água abaixo pois como muito bem é referido pelo Gwaihir e pela grande parte dos que aqui comentam o "pilim" conta muito pouco quando comparado com o (in)sucesso desportivo.

Queria terminar com a constatação de que para mim um tertúlia é isto mesmo: um espaço para discutir ideias e opiniões, ganhando a discussão se as opiniões forem variadas e sustentadas por factos.

 

Data do comentário: 31/05/2007, 09:37:00, Anonymous Guilherme

Curioso, vejo aqui neste texto muito recalcamento e muitos traumas em relação ao seu próprio clube, pois para dizer bem do Benfica é preciso dizer mal de outros clubes. Assim não se vai a lado nenhum. Diz vc que os adeptos dos Benfique (clube do garrafão) estão habituados a ganhar, não vejo o quê nos ultimos 10 anos ganharam 1 campeontaro, isso é que é hábito? Coitaditos. É ir ao vosso estádio ver um jogo e todos vc a criticarem tudo e todos em vez de apoiar a equipa (devem perceber muito de bola). Santa paciência para aturar estes lampiões.

 

Data do comentário: 31/05/2007, 10:28:00, Blogger tma

Guilherme, se não tens paciência para nos aturar, para que é que aqui vens?

 

Data do comentário: 01/06/2007, 00:48:00, Blogger Absolutmartim

Boa tarde...vim aqui dar através daqui (http://pelicanoblog.blogspot.com/) e devo dizer que estive a ler tudo atentamente...do inicio ao fim. Não estou completamente por dentro do assunto, mas creio que terás razão naquilo qe dizes (mais palmo menos palmo)...subescrevo e assino por baixo...posso?

Mas também te digo...exactamente por ser um dos mais de 160.000 sócios (n sei quantos sao exactamente), e por ter cativo e inclusivamente de qnd em vez ir a jogos fora, me sinto no meu direito de quando no estádio assobiar este ou aquele...treinador!!!

porém...sou incapaz de (apesar de nestes 5 meses ele - Derlei, ter sido pouco mais que zero) o assobiar pq ele falha um golo, ou pq o Beto tropeça na bola, ou pq o moretto dá um franguito...nao foram eles que se autocontrataram e autoconvocaram para a equipa.

Nao sei ao certo...mas provavelmente desde que fomos campeões com o Toni, que a politica desportiva do clube tem sido asneiras atrás de asneiras, com jogadores mal dispensados e mal vendidos (Manuel fernandes, Tiago, Edgar, João Vieira Pinto já para nem falar do Deco claro)...e com jogadores mal comprados (King, Paredão, Hassan, Leónidas, Clóvis, Hadriouhi, Pringle, Thomas, Paulo Nunes, Paulo Almeida, Moretto, M.Ferreira, Beto, Derlei...UFAAAAA, dava para um plantel inteiro).

mas enfim...

é como dizes; o Benfica é mais que isso tudo...muito mais. É por isso que tenciono apesar das fracas perspectivas para a próxima época, voltar a renovar o meu Cativo e estar la jogo após jogo.


PS...só uma pergunta...consegues assobiar o João Pinto? Esta época quando ele visitou a Luz, fui um dos poucos (nao éramos muitos nao) que se levantou e lhe bateu palmas!

Abraço e saudações benfiquistas

 

Data do comentário: 04/06/2007, 14:15:00, Anonymous Anónimo

Acordo diariamente com a mente centrada em chatear os cornos a todos os fcp`s que encontre, tratando-os por "andrades".Pois bem, depois de ler este post, não só continuarei a fazê-lo como incentivarei os meus amigos a fazê-lo tambem.